VOLTAR

Cresce o interesse por serviços de carro por assinatura

A preocupação com soluções mais simples e práticas de transporte dentro das grandes cidades têm aumentado a procura por serviços de carros por assinatura, como o Carro Fácil, da Porto Seguro. Corretores afirmam que esses negócios vêm crescendo à medida que mais pessoas se conscientizam de que apenas utilizar um carro pode ser mais simples do que tê-lo, mantê-lo e vendê-lo depois. Nas entrevistas a seguir, dois deles contam como têm se beneficiado de buscas no Google para atrair clientes.

Dierro Santana, de 43 anos e 22 de experiência com seguros, começou a trabalhar com o Carro Fácil em março. Até setembro, sua corretora, a SoulWind Seguros, já havia entregado 70 veículos, uma média de 10 por mês. A meta é, até dezembro, chegar a 100. Outro Corretor, Gabriel Golizia, tem 31 anos e trabalha com seguros há 2 anos na corretora do pai, a Eficácia Seguros, em São Paulo (SP). Ele enxergou, no fim do ano de 2018, o potencial de negócios com o Carro Fácil e, desde então, se dedicou ao serviço. Ele acaba de entregar 100 carros em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Confira o que eles recomendam:

PP: Como está a aceitação do Carro Fácil e quem costuma
se interessar por ele?
Dierro: Embora ainda novo, o produto já deixou de ser um embrião e vai crescer ainda mais com a retomada esperada da
economia e a volta do poder de compra. Há pessoas que não querem mais perder tempo com preocupações como manter o veículo, pagar IPVA e vendê-lo. Os clientes, geralmente, são pessoas bem instruídas, donas de pequenas empresas, advogados, médicos, engenheiros, a maioria entre os 28 e os 50 anos de idade, 60% homens e 40% mulheres, em média, todos rigorosos quanto à qualidade e que rodam até 2 mil quilômetros por mês, no máximo. O plano Controle, com limite de 500 quilômetros por mês, é a escolha de cerca de 60% dos clientes.

PP: Que meios e argumentos você utiliza para atrair e convencer
clientes?
Dierro: Promovo campanhas no Google Ads, comprando palavras- chaves buscadas por usuários do Google. Meu alvo não são os clientes de seguro de automóvel da minha carteira, mas o público que procura esse serviço na internet. O Carro Fácil é um produto diferente dos concorrentes, não se compara a uma locadora de automóveis, porque agrega serviços e tem a marca Porto Seguro. O preço não é muito diferente do que se encontra no mercado, mas o serviço sim: atendimento diferenciado; seguro Porto Seguro Auto com assistência 24 horas, cobertura de RCF para danos materiais e corporais até R$ 700 mil, rede de oficinas referenciadas e até serviços para a residência. Ainda assim, em alguns casos o carro por assinatura pode ser até 40% mais barato do que adquirir o mesmo modelo.


PP: E como funciona a negociação?
Dierro: Quando o cliente clica no nosso anúncio, é direcionado para o site de divulgação onde pode deixar seus dados para
contato. Há a opção de fazer o pedido diretamente na landing page disponibilizada pela Porto Seguro para os Corretores ou
nos chamar via Whastapp. Criamos um texto padrão sobre características, restrições e vantagens do produto e imagens dos
veículos com valores. Se ele realmente se interessar, conversamos por texto, áudio ou ligação. Isso me permite economizar
tempo para as divulgações. Mas, se ele não topar, então ofereço a opção de compra dos veículos seminovos do Carro Fácil.
É o caso de quem quer o carro para serviços de transporte por aplicativo - o que o produto não permite -, por exemplo.

+ Para falar com Dierro Santana, mande um e-mail para contato@soulwindseguros.com.br.

PP: Como está a aceitação do Carro Fácil e quem costuma
se interessar por ele?
Gabriel: É um mercado em ascensão. Neste ano, os negócios realizados em um mês sempre superaram o do mês
anterior, com um crescimento mensal médio de 15% a 20%. Em geral, quem se interessa são pessoas de classe média entre 35 e 55 anos, casadas e com filho pequeno. Geralmente são pequenos empreendedores ou profissionais liberais do ramo de tecnologia.


PP: Que meios e argumentos você utiliza para atrair e
convencer clientes?
Gabriel: Apenas canais digitais, principalmente anúncios pagos no Google, Instagram e Facebook. É preciso testar e analisar palavras-chaves constantemente, assim como selecionar as segmentações de público por tipos de interesses, regiões etc. Faço todo o serviço sozinho. Quando o cliente clica em um link e chega até nós, entro em contato via Whatsapp, e-mail ou telefone. Então explico os benefícios da comodidade: não se perde tempo com burocracias, não precisa vender o veículo. O único trabalho é abastecer. Além disso, o carro por assinatura pode ser até mais barato do que comprar um, se o veículo for um compacto ou mesmo um intermediário quando há promoções do produto.


PP: E como funciona a negociação?
Gabriel: Há casos em que todo o processo termina em dois dias, mas geralmente entre o primeiro contato do cliente e a retirada do carro leva cerca de uma semana. Submeto seus dados à análise da Porto Seguro, reservo o veículo e o cliente recebe o link para pagamento. Ou seja, o Carro Fácil é também "fácil" para a contratação, o que só melhora a experiência do cliente com o produto.

Gabriel Golizia está disponível para conversar pelo e-mail: gabriel@eficaciaseguros.com.br.

 

Brasil